Show simple item record

dc.creatorPinto, Mônica Maria Denadae de Campos
dc.creator.IDpor
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7535195151495123por
dc.contributor.advisor1Perez, Danyel Elias da Cruz
dc.contributor.advisor1IDpor
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4707923E7por
dc.date.accessioned2016-05-20T17:40:04Z
dc.date.available2009-02-17
dc.date.issued2006-06-29
dc.identifier.citationPINTO, Mônica Maria Denadae de Campos. Microscopic evaluation of the biological properties of Epiphany endodontic cement in rat subcutaneous tissue. 2006. 92 f. Dissertação (Mestrado em Endodontia) - Universidade de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, 2006.por
dc.identifier.urihttp://tede.unaerp.br:8180//handle/tede/36
dc.description.resumopor
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi avaliar a biocompatibilidade do cimento Epiphany quando em contato com tecido subcutâneo de ratos. Para implantação do cimento no tecido subcutâneo dos animais, foram confeccionados tubos de polietileno de 10 mm de comprimento a partir de uma sonda uretral de 1,2 mm de diâmetro (0,8 mm de diâmetro interno). Para impedir o extravasamento dos cimentos testados, os tubos tiveram uma das extremidades fechada à quente com o auxílio de uma pinça hemostática e autoclavados a uma temperatura de 120° C durante 20 minutos. Os tubos de polietileno foram preenchidos com os cimentos: I-Epiphany; II-Epiphany fotopolimerizado; III-Epiphany associado ao primer; IV- Epiphany associado ao primer e fotopolimerizado e V-controle. Os tubos com o cimento foram implantados em quinze ratos (Rattus novergicus, Albinus Wistar), machos, com peso entre 200 e 250 gramas, em diferentes regiões do dorso. Após 7, 21 e 42 dias, cinco animais foram mortos, obtendo 4 amostras de cada grupo mais o grupo controle em cada período de tempo analisado. Em todos os períodos, Epiphany em diferentes combinações causava uma reação inflamatória leve no tecido conjuntivo adjacente, exceto o grupo II que mostrava inflamação moderada a intensa. Após 7 dias, pequenos focos de necrose foram observados em todos os grupos. Além disso, nos períodos de 21 e 42 dias, nos grupos I, III e IV foi possível observar focos de calcificação distrófica. Concluindo, o cimento obturador resinoso Epiphany parece ser biocompatível quando em contato com tecido subcutâneo de ratos.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede.unaerp.br:8180//retrieve/88/MONICA%20MARIA%20DENADAE%20DE%20CAMPOS%20PINTO.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade de Ribeirão Pretopor
dc.publisher.departmentEndodontiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUNAERPpor
dc.publisher.programPós-Graduação em Odontologiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectOdontologiapor
dc.subjectEndodontiapor
dc.subjectCanal Radicularpor
dc.subjectCimento Obturadorpor
dc.subjectBiocompatibilidadepor
dc.subjectDentistryeng
dc.subjectEndodonticseng
dc.subjectRoot canaleng
dc.subjectSealereng
dc.subjectBiocompatibilityeng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIApor
dc.titleAvaliação da biocompatibilidade do cimento endodôntico Epiphany em tecido subcutâneo de ratospor
dc.title.alternativeMicroscopic evaluation of the biological properties of Epiphany endodontic cement in rat subcutaneous tissueeng
dc.typeDissertaçãopor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record



UNAERP
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons