Show simple item record

dc.contributor.authorPinto, Fernando César Ferreira
dc.coverage.spatialUniversidade de Ribeirão Preto - UNAERPpt_BR
dc.date.accessioned2021-04-07T20:02:11Z
dc.date.available2021-04-07T20:02:11Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unaerp.br//handle/12345/318
dc.description.abstractO estudo teve como objetivo geral caracterizar o perfil de egressos do Programa de Residência Médica em Cirurgia Geral da Universidade de Ribeirão Preto. Traduz-se em pesquisa descritiva de abordagem quantitativa. Participaram da pesquisa, 26 egressos do Programa de Residência Médica em Cirurgia Geral da Universidade de Ribeirão Preto, do período de 2005 a 2014. A coleta dos dados foi realizada por meio de dois instrumentos autoaplicáveis. O primeiro instrumento compôs-se de perguntas fechadas e abertas e foi dividido em blocos: identificação (sexo, idade, estado civil, naturalidade, endereço, local e ano de graduação em medicina), situação profissional, áreas de atuação (ensino, pesquisa e/ou assistência), número e tipo de empregos. O segundo instrumento foi elaborado com afirmações sobre o programa de residência médica, relacionadas às dimensões humanas, técnicas e profissionais do treinamento em cirurgia geral. De modo geral, os egressos ficaram satisfeitos com o treinamento em cirurgia geral oferecido pela Instituição. A maioria dos egressos foi do sexo masculino, solteira e de nacionalidade brasileira. A totalidade dos participantes concluiu a residência médica em cirurgia geral em dois anos e atuavam na área cirúrgica. Alguns deles também exerciam outra atividade médica, além da cirúrgica. Mais de 80% dos egressos cursaram ou estavam cursando uma subespecialidade cirúrgica, principalmente, no estado de São Paulo. A renda mensal média da maioria dos egressos, derivada do trabalho médico, situou-se na faixa de 10 a 20 salários mínimos nacionais enquanto a resultante, exclusivamente, da atividade como cirurgião apresentava-se na faixa de até 10 salários mínimos nacionais. A análise das dimensões humanas revelou que a maioria dos egressos ficou satisfeita com o Programa. Em relação às dimensões técnicas observou-se que metade dos participantes ficou satisfeita com a programação teórica e 76,9% com o volume cirúrgico. Quando perguntados acerca das dimensões profissionais, 24 (92,4%) discordaram que o treinamento em cirurgia geral é muito longo e relataram a preocupação que a especialidade se tornasse obsoleta. O estudo apontou que, de modo geral, os egressos do PRMCG da UNAERP ficaram satisfeitos com o treinamento em Cirurgia Geral oferecido pela Instituição; todos estavam inseridos no mercado de trabalho, exercendo a especialidade cirúrgica nos sistemas público e privado de saúde.pt_BR
dc.format.extent76 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEducação médicapt_BR
dc.subjectCirurgiapt_BR
dc.titlePerfil dos egressos da residência médica em cirurgia geral de uma universidade privada do interior paulistapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisorSilva, Sílvia Sidnéia da


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record



UNAERP
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons