Show simple item record

dc.contributor.authorPereira, Eduardo Santos
dc.coverage.spatialUniversidade de Ribeirão Preto - UNAERPpt_BR
dc.date.accessioned2021-04-05T14:01:03Z
dc.date.available2021-04-05T14:01:03Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unaerp.br//handle/12345/281
dc.description.abstractOrganizações de todos os tipos estão cada vez mais preocupadas em atingir e demonstrar um desempenho ambiental correto. O setor madeireiro esse carrega um saldo negativo quando se referem à politicas de tratamento de seus passivos ambientais, geram resíduos industriais que são dispostos de forma inadequada e confronta as diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Este trabalho apresenta um estudo de caso realizado através de uma análise quantitativa de resíduos sólidos gerados do processo produtivo de lâminas faqueadas de madeira em uma empresa de médio porte no município de Anapú – PA e teve por objetivos realizar um levantamento das espécies de madeira utilizadas pela empresa, identificar as fontes geradoras de resíduos durante o processo produtivo, classificar os tipos de resíduos gerados na empresa de acordo com a NBR10004 / 2004 e quantificar os resíduos sólidos de madeira gerados no processo de produção de lâminas faqueadas de madeira. Como base metodológica, acompanhou-se o processamento de 120 toras, sendo 40 toras da espécie curupixá (Micropholis meliniana), 40 toras da espécie goiabão (Pouteria pachycarpá) e 40 toras da espécie tauari (Couratari oblongifolia) coletadas durante o mês de julho de 2015 e abril de 2016, sem interferir no processo da empresa. Foi mensurado o volume geométrico das toras, volume de lâminas faqueadas, rendimento volumétrico das lâminas faqueadas e quantificação dos resíduos gerados (destopos de toras, costaneiras, tábuas defeituosas, serragem, cavacos, lâminas defeituosas e tábuas de aproveitamento). As médias do rendimento volumétrico em madeira laminada para os tratamentos estabelecidos foram de 54,56% para curupixá, 48,58% para goiabão e 48,11% para o tauari. A média dos diâmetros das toras oscilaram de 65 cm para o curupixá, 64 cm para o goiabão e 66 cm para o tauari, o comprimento das toras para a laminação foi de 5,20 m. As fontes geradoras de resíduos do processo foram motosserra, serra circular, serra de fita, plaina portátil, plaina fresadora e faqueadeira vertical. Os resíduos gerados no processo produtivo foram classificados como não inertes (Classe IIA). A classificação e os quantitativos dos resíduos ocorreram por espécie de madeira a exemplo o curupixá com destopos de toras com volume de 10,104 m³ (12,42%), serragem com 6,402 m³ (7,87%), cavacos com 3,197 m³ (3,93 %), costaneiras com 10,038 m³ (12,34%), tábuas defeituosas com 3,359 m³ (4,13%), lâminas defeituosas com 0,276 m³ (0,34%) e tabuas de aproveitamento com 3,587 m³ (4,41%), a espécie goiabão com destopos de toras com volume de 14,039 m³ (16,96%), serragem com 6,800 m³ (8,21%), cavacos com 2,600 m³ (3,14 %), costaneiras com 10,932 m³ (13,21%), tábuas defeituosas com 3,866 m³ (4,67%), lâminas defeituosas com 0,300 m³ (0,36%) e tabuas de aproveitamento com 4,036 m³ (4,87%) e por fim o tauari a espécie que apresentou o menor rendimento e, consequentemente resultados com a maior geração de resíduos com valores de destopos de toras de 13,507 m³ (15,81%), serragem com 7,200 m³ (8,42%), cavacos com 3,400 m³ (3,97%), costaneiras com 12,583 m³ (14,72%), tábuas defeituosas com 3,604 m³ (4,21%), lâminas defeituosas com 0,304 m³ (0,35%) e tabuas de aproveitamento com 3,772 m³ (4,41%). Os resíduos quantificados na pesquisa podem ser aproveitados de diversas formas como geração de energia a vapor, compostagem e etc. Conclui-se que os resíduos gerados na atividade de lâminas faqueadas de madeira não são manejados, desta forma reduzem a lucratividade da empresa e aumentam os riscos ambientais.pt_BR
dc.format.extent79 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectResíduos sólidospt_BR
dc.subjectTecnologia ambientalpt_BR
dc.titleAnálise quantitativa de resíduos sólidos gerados durante o processo de lâminas faqueadas de madeirapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisorSchalch, Valdir


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record



UNAERP
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons