Show simple item record

dc.contributor.authorAndrade, Lucila Lemos dept_BR
dc.date.accessioned2021-02-14T00:25:06Z
dc.date.available2021-02-14T00:25:06Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unaerp.br//handle/12345/241
dc.description.abstractO município de Divinópolis é reconhecido pela Lei Estadual 22.895/18, como o principal polo confeccionista do estado de Minas Gerais e a geração de resíduos sólidos das confecções é um dos desafios enfrentados pelo governo municipal. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi propor uma solução para a minimização dos impactos ambientais e geração de resíduos de peças do vestuário descartadas pós fabricação. Para cumprir com o objetivo proposto foi utilizado um questionário para coleta de dados. O questionário foi aplicado no primeiro semestre do ano de 2019 em 18 indústrias de confecção do vestuário e 2 instituições de caridade. A coleta de dados possibilitou levantar o quantitativo de peças produzidas e vendidas no ano de 2017 e 2018 pelas confecções. Os resultados indicaram a produção anual de mais de 3 milhões de peças do vestuário, sendo uma média de 2.858 milhões peças vendidas e mais de 142 mil peças não vendidas que passam a ser consideradas saldos. O total de peças em saldos pode parecer pequeno em relação ao que é vendido nacionalmente pelas confecções em pesquisa, representando em média 5% do que é produzido. Contudo, se esse percentual for multiplicado pelo número total de confecções do polo confeccionista, estima-se cerca de 100 milhões de peças do vestuário em saldos ao ano. Entre as confecções em estudo, 80% dizem doar peças em saldos para 2 instituições de caridade, porém do total de peças do vestuário arrecadadas pelas instituições, apenas 30% das peças são doadas pelas confecções em geral do município. O que torna preocupante a verdadeira destinação das peças do vestuário consideradas saldos pelas confecções em estudo. Dessa maneira, propõe-se a minimização dos impactos ambientais causados pelo descarte precoce de tais peças por meio de um modelo de negócio: a implantação de uma loja outlet multimarcas para comercializar, exclusivamente, produtos em saldos de empresas do polo confeccionista, assim como, o desenvolvimento de uma plataforma web para a composição de peças do vestuário, visando disponibilizar em tempo real aos clientes do outlet, o acesso a todo o estoque dos saldos. Com a proposta de promover a venda dos produtos em saldos e consequentemente proporcionar uma vida secundária aos artigos de moda, conservar os recursos naturais contidos nos produtos e proporcionar uma destinação ambientalmente adequada conforme a Lei nº 12.305/10 (PNRS), espera-se com este estudo, contribuir com o desenvolvimento econômico das indústrias de confecção do vestuário e com a minimização dos impactos ambientais causados pelo excesso de artigos do vestuário enviados diretamente para aterros sanitários.
dc.relation.ispartofDoutorado em Tecnologia Ambientalpt_BR
dc.titleMinimização dos impactos ambientais causados por peças do vestuário descartada pós fabricaçãopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.contributor.advisorOliveira, Luciana Rezende Alves dept_BR
dc.identifier.codacervo149959pt_BR
dc.identifier.filename0000093c.pdfpt_BR
dc.identifier.linkpergamumhttp://pergamum.unaerp.br:8080/pergamumweb/vinculos/000009/0000093c.pdfpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record



UNAERP
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons