Show simple item record

dc.contributor.authorFreitas, Mônica Caldeira Medeirospt_BR
dc.date.accessioned2021-02-14T00:25:03Z
dc.date.available2021-02-14T00:25:03Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unaerp.br//handle/12345/233
dc.description.abstractNo Brasil, os Serviços de Atenção Domiciliar (SAD) têm crescido em função da demanda por esse modelo de atenção à saúde, que viabiliza o atendimento por uma equipe multiprofissional nas residências dos pacientes. Diante disso, o objetivo da pesquisa foi diagnosticar os Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) gerados em dois SAD, na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e na Prefeitura Municipal de Uberlândia (PMU). Neste estudo descritivo e exploratório, empregaram-se variáveis quantitativas para coletar dados em quatro etapas: entrevista com os cuidadores, com os profissionais de enfermagem (enfermeiro, técnico e/ou auxiliar de enfermagem), avaliação da composição gravimétrica dos materiais hospitalares e levantamento e quantificação dos medicamentos fornecidos nas residências dos pacientes. Tais informações foram analisadas com o auxílio do programa Microsoft Office Excel® 2010, enquanto que a análise descritiva ocorreu a partir da distribuição de frequência simples e dos percentuais para variáveis categóricas e medidas de centralidade (média, mediana) e de dispersão (desvio-padrão, mínimo e máximo) para as variáveis quantitativas. Os dados categóricos foram avaliados mediante a aplicação do teste qui quadrado. Os dados contínuos comparativos: teste de Mann-Whitney para comparação com dois níveis e teste de análise de variância com teste de comparação múltipla de Games-Howell para comparações com três ou mais níveis. Todos os testes estatísticos foram realizados com nível de significância de 5% ou P <0,05. O Software utilizado foi o Minitab18 (Minitab Inc.). A coleta de dados aconteceu somente após a aprovação dos Comitês de Ética da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP) e da UFU. Foram realizadas 173 entrevistas com cuidadores nos respectivos domicílios, sendo 116 para o SAD PMU e 57 para o SAD UFU, e 21 entrevistas foram feitas com os profissionais de enfermagem, cujo critério de inclusão diz respeito aos que mais geram resíduos nos procedimentos realizados com pacientes. Verificou-se que o SAD PMU não possui Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) em que a maioria dos profissionais de ambos os SAD não têm conhecimento do PGRSS e nunca participaram de capacitação para manejarem RSS. A respeito dos cuidadores, 94,3% do SAD PMU e 94,74% do SAD UFU não souberam informar o que são RSS; e, com relação à composição gravimétrica dos materiais hospitalares e medicamentos gerados pelo SAD UFU, não houve diferenças significativas na comparação da quantidade utilizada de acordo com os respectivos grupos de classificação. Para o SAD PMU, não foi possível estimar o número de materiais hospitalares e medicamentos, pois o serviço não disponibilizava dados informatizados; e, para o SAD UFU, a taxa média de geração de materiais hospitalares e medicamentos variou de 0,08 a 0,85 (g/paciente/dia). Como fatores que contribuem para o manejo incorreto de RSS pelos SAD, notou-se a ausência de capacitação específica para o manejo dos RSS e educação continuada, desconhecimento sobre o PGRSS-UFU e falta de cobrança e fiscalização desse serviço. Diante dos resultados, conclui-se que, apesar de a legislação federal (CONAMA nº 358/2005 e RDC nº 222/2018 da Anvisa) regulamentar as diretrizes e práticas para o gerenciamento de RSS, há dificuldade no seu cumprimento. Recomenda-se implantar o PGRSS para o SAD PMU, capacitar e orientar os profissionais de saúde sobre a segregação e o descarte correto de cada grupo e subgrupos de RSS, para que tais ações sejam estendidas aos pacientes/famílias/cuidadores. Sendo assim, este trabalho apresenta uma proposta de material didático, contendo informações sobre a forma adequada de gerenciamento para apresentação aos pacientes e/ou familiares dos pacientes em regime de atendimento domiciliar.
dc.relation.ispartofDoutorado em Tecnologia Ambientalpt_BR
dc.titleDiagnóstico dos resíduos de serviços de saúde gerados no serviço de atenção domiciliar com proposta de modelo de gerenciamento para o município de Uberlândia/MGpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.contributor.advisorMartinez, Maristela Silvapt_BR
dc.identifier.codacervo149847pt_BR
dc.identifier.filename00000893.pdfpt_BR
dc.identifier.linkpergamumhttp://pergamum.unaerp.br:8080/pergamumweb/vinculos/000008/00000893.pdfpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record



UNAERP
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons